Reclama PB

Corinthians vence Bragantino e se classifica para as semis do Paulistão

Por Redação em 30/07/2020 às 22:30:13

De quase eliminado a um dos favoritos. Depois de sofrer para se classificar para o mata mata do Campeonato Paulista, o Corinthians venceu o Bragantino, dono até então da melhor campanha do Campeonato Paulista, por 2 a 0 no Morumbi, em sua melhor partida desde a paralisação causada pela pandemia. O time de Bragança não jogou bem, e com a ajuda de uma falha de Julio Cesar no primeiro gol, o Alvinegro teve a tranquilidade necessária para a partida.

O resultado teve a influência de Tiago Nunes. O técnico confiou em Jô, fora de forma, que não atuava desde dezembro de 2019, para o lugar de Boselli, lesionado, sacou Camacho, seu homem de confiança, e deu lugar a Éderson, e deu espaço para Matheus Vital, que desde seu início no Timão não conseguiu se firmar na equipe. A aposta deu certo, e o Timão chega mais inteiro do que nunca para as partidas decisivas do torneio.

O jogo

O relógio não marcava nem um minuto quando o placar se movimentou pela primeira vez no Morumbi. Éderson, que ganhou a posição de Camacho após as duas últimas partidas da primeira fase, bateu da entrada da área e Júlio César aceitou. A bola passou por baixo do goleiro, e a falha colocou o Timão na frente do placar.

Leia também

Goleiro Bruno chega ao Acre após assinar com o Rio Branco

Brasileirão Feminino voltará com jogo entre Santos e Audax

Ex-lateral da Seleção chega a BH para assinar com o Atlético-MG

O gol deu tranquilidade para o Corinthians, que sem jogadores de velocidade, se limitava a tentar chegar ao gol trocando passes. Mesmo importante taticamente, Luan ainda não apareceu como espera o torcedor, ao contrário de Matheus Vital. O jogador de 21 anos foi o corintiano que mais se movimentou no meio de campo da equipe, encontrando alguns espaços e sofrendo algumas faltas. Em uma delas, na esquerda, Luan bateu direto e por pouco não acertou o gol.

Do lado do Bragantino, a atuação na primeira etapa também ficou abaixo do que foi mostrado durante o início da temporada. A primeira chance veio com Artur, o melhor em campo, ainda aos 9 minutos, que avançou pela direita e chutou da intermediária. A bola explodiu no travessão.

O time de Bragança dependia das jogadas individuais do ex-palmeirense, já que Ligger e e Matheus Jesus não faziam um bom jogo. Levando pouco perigo, a equipe só voltou a ameaçar o gol de Cássio já aos 48, em uma boa jogada construída por Aderlan. Ele bateu cruzado na direita para Morato entrar chutando para o gol, mas a bola foi muito forte e passou por todo mundo.

Aos 40 minutos, um princípio de confusão após uma entrada dura de Fagner em Morato. O árbitro Raphael Klaus advertiu o lateral com um cartão amarelo, mas o Bragantino queria a expulsão.

O Bragantino voltou com a marcação mais adiantada, tentando sufocar a saída de bola do Corinthians, mas o Timão começou a se soltar. Com Ramiro mais por dentro, Fagner teve mais liberdade para criar jogadas de profundidade. Na primeira delas, achou Jô em posição de finalizar na grande área. Mesmo fora de forma, o centroavante mostrou que não perdeu a presença de área, e tentou um voleio de perna direita. Canhoto, não teve muita força e a defesa ficou fácil para Júlio Cesar.

Com o desenrolar da segunda etapa o Corinthians foi encontrando seu jogo. Ramiro foi um dos destaques da equipe, com aplicação na marcação e velocidade impecáveis. Aos 21, Jô subiu mais que a zaga do Bragantino e cabeceou no cantinho, tirando de Júlio Cesar. O gol foi muito celebrado pela equipe, já que o retorno foi antecipado pela contusão de Boselli.

Luan, ainda apagado, teve lampejos durante a partida. Um deles, o escanteio que resultou no gol. Na partida anterior, contra o Oeste, também foi dele a assistência para o gol de Avelar. O atacante deu lugar a Araos já aos 32 minutos. Valente, o Bragantino continuou tentando até o último minuto, mas não levou grande ameaça para o gol de Cássio.

Com os 2 a 0, o Corinthians se classificou para as semifinais do Paulistão. Diante do resultado, o Timão terminou as quartas de final com uma campanha melhor que a do Mirassol, portanto tem o mando de jogo para as semis. Na outra chave, o Palmeiras é o único classificado.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 0 X 2 CORINTHIANS

Bragantino: Júlio César; Aderlan (Weverton), Fabrício Bruno, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller (Weverson), Matheus Jesus e Vitinho (Claudinho); Artur, Morato (Matheus Peixoto) e Ytalo (Alerrandro). Técnico: Felipe Conceição.

Corinthians: Cássio, Fagner (Michel), Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto; Gabriel, Éderson e Ramiro; Luan (Araos), Mateus Vital (Sidcley) e Jô. Técnico: Tiago Nunes.

Gols: Ederson, 1 do 1º tempo; Jô, aos 19 do 2º tempo.

Cartões amarelos: Fagner, Ytalo, Carlos Augusto e Mateus Vital.

Juiz: Raphael Claus.

Local: Morumbi.

Fonte: Jovem Pan

Botecos 83

Comentários

JA 729