Reclama PB

Após promover aglomeração, Divaldo Dantas fecha comércio "em combate à pandemia"

Decreto dispõe sobre a adoção de novas medidas de contenção ao novo coronavírus

Por Redação Paraíba Atual em 15/09/2020 às 10:42:11

Convenção realizada em Itaporanga (Foto: Divulgação)

Após promover uma grande aglomeração na cidade de Itaporanga, em virtude da convenção partidária que homologou o nome do prefeito Divaldo Dantas à reeleição, a prefeitura da cidade editou um decreto que estabelece novas regras de combate à pandemia do novo coronavírus. O prefeito Divaldo determinou o fechamento do comércio local e limitando o horário do atendimento ao público nos estabelecimentos considerados essenciais, a partir desta terça-feira (15).

A decisão adotada pelo Prefeito, teve como base o crescimento exponencial dos casos de infecção pelo coronavírus no município de Itaporanga, bem como pelo aumento da taxa de letalidade observada.
De acordo com o Prefeito Divaldo, a reabertura do comércio se deu, em cumprimento às medidas adotadas pelo Governo Estadual, seguindo a Classificação definida pelo Plano Novo Normal Paraíba.

Contudo, apesar de Itaporanga, ainda se encontrar classificada dentro da Bandeira Amarela, de acordo com as diretrizes do plano de retomada da economia, elaborado pelo Governo do Estado, conforme a última avaliação realizada em 07/09/2020, o crescimento do número dos casos e, principalmente, o aumento no número de internações e de óbitos, tem despertado preocupação, o que demanda a aplicação de medidas mais restritivas no sentido de conter a disseminação do vírus, por parte do poder público.

Medidas atrasadas

O caos na saúde de Itaporanga se deu em virtude do prefeito Divaldo Dantas não ter tomado as devidas de prevenção na hora certa. Enquanto o mundo todo se precavia da Covid-19, a cidade adotou rotina normal, fechando os olhos para as pessoas que estavam se contaminando e, posteriormente, vindo a falecer em decorrência da doença.

De acordo com um morador de Itaporanga que não quis se identificar, a cidade estava indo na contra-mão do que foi adotado como estratégia em todas as cidades da Paraíba. O cidadão lamentou a situação, considerando que a cidade está voltando "à estaca zero".

"Agora, com os números em uma crescente devastadora, o prefeito resolve tomar medidas que deveriam ter sido tomadas há pelo menos 3 meses. Enquanto no resto da Paraíba as cidades estão começando a voltar ao normal, Itaporanga voltou à estaca zero", disse o morador.


*Com informações da Central Vale Notícias

Botecos 83

Comentários

JA 729