Reclama PB

Hospital Edson Ramalho desiste de suspender atendimentos

CRM-PB sugeriu transferência de pacientes e a SES fará ajustes e planejamentos

Por Redação Paraíba Atual em 18/09/2020 às 10:04:30

A diretoria do Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho, em João Pessoa, garantiu que não irá suspender atendimentos, após reunião virtual ocorrida nessa quinta-feira (17) com representantes do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), do Ministério Público Estadual (MPPB), da Secretaria de Estado da Saúde. Na reunião, foram discutidas soluções e alternativas para a superlotação do hospital.

"O mais importante é que o hospital manterá a assistência à população. A Secretaria Estadual de Saúde informou que fará os ajustes necessários para transferir os pacientes para outras unidades e enviará relatório sobre este planejamento para o Ministério Público. Após isso, retornaremos ao hospital para verificar se as providências necessárias foram tomadas", explicou o diretor de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

Na última terça-feira (15), a diretoria técnica da unidade hospitalar informou ao CRM-PB que suspenderia os atendimentos clínicos a partir da próxima segunda-feira (21), em função de uma demanda excessivamente superior à sua capacidade. Na quarta (16), o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais, e o diretor de Fiscalização, João Alberto, estiveram no hospital e confirmaram a superlotação.

"Havia cerca de 50 pacientes internados aguardando vagas e o número mensal de atendimentos subiu de 1,6 mil para 4 mil, no último mês", disse João Alberto. "Com isso, sugerimos que os gestores organizassem melhor o fluxo de pacientes e que alguns fossem transferidos para outras unidades", completou o diretor de Fiscalização.

Fonte: Portal Correio

Botecos 83

Comentários

JA 729