Ampliar Office

Paraíba terá coletânea de cordelistas em 2019

Por Redação Paraíba Atual em 11/01/2019 às 10:13:10

Foto: Edglês Gonçalves

Trinta autores da Academia de Cordel do Vale do Paraíba estarão reunidos no livro "Cordéis acadêmicos", que será lançado no segundo semestre de 2019, conforme edital lançado nesta quinta-feira (10) pela diretoria executiva da entidade. A obra será produzida em sistema de cooperativa, de modo independente, sem patrocínio ou recursos públicos. Os próprios autores comercializarão o livro através de cotas de participação, com tiragem inicial de 500 exemplares.

O Presidente da entidade, Marconi Araújo, destacou que o projeto pretende registrar a produção dos cordelistas da Academia. "A mais rica expressão da cultura do Nordeste, que é o cordel, neste livro terá abordagens as mais diversas, com cordelistas falando desde Jackson do Pandeiro até as particularidades de suas regiões de origem", afirmou ele. Orlando Otávio, do Núcleo de Editoração da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, informa que os cordéis falam de amor, de política, acontecimentos do cotidiano, lendas, episódios históricos e outros temas. "O cordel ganha respeito e nossa Academia tem como um dos mais importantes objetivos dar visibilidade aos poetas", ressaltou. Para ele, o trabalho pretende ainda servir como material de pesquisa de alto nível e fonte de aprendizado.

Entre os cordelistas que serão publicados na coletânea estão Thiago Alves, Tiago Monteiro, Fábio Mozart, Sander Lee, Josafá de Orós, Pádua Gorrion, Stelo Queiroga, Merlânio Maia, Bebé de Natércio, Lino Sapo, Cristine Nobre, Renaly Oliveira, Vavá da Luz, Antonio Costta, Marconi Araújo, Sander Brown, Carlos Aires, Esperantivo, Antonio Marcos Monteiro, Rui Vieira, Vicente Nascimento e Bento Júnior.


Anuncie Aqui