Ampliar Office

Intensidade chama atenção e santistas se empolgam com Sampaoli

Por Redação Paraíba Atual em 29/01/2019 às 11:17:19

© Ivan Storti/Santos FC

O começo do Santos no Campeonato Paulista é animador. Colocado à prova diante do rival São Paulo, a equipe de Jorge Sampaoli se impôs, deu poucos espaços para o adversário e venceu com autoridade no Pacaembu, mantendo os 100% de aproveitamento no torneio. A boa fase, que deixa em estado de êxtase torcida e principalmente jogadores, passa muito pela presença do treinador argentino.

Este foi o discurso após o triunfo no último domingo (27). Líderes do time, como Vanderlei e Victor Ferraz, enalteceram o trabalho de Sampaoli e mostraram-se animados com o estilo de jogo proposto por ele. O mesmo aconteceu com atletas que vêm tendo bons desempenhos em 2019, casos de Diego Pituca e Derlis González, convencido a ficar após bate-papo particular com o treinador.

"(Vitória) contra uma equipe favorita. A gente está aprendendo, não somos uma equipe pronta. É bom deixar claro que na caminhada a gente terá tropeços. Estamos aprendendo, são coisas novas. Linha de cinco, não tivemos tanto tempo de treinamento. É um início promissor. É momento de a gente comemorar e só depois pensar no Bragantino", afirmou Victor Ferraz.

"Ele é assim o tempo inteiro, fora da área de trabalho é parceiro pra caramba, vocês viram nos vídeos. Mas a cobrança é de 100% sempre, dar tudo o que tiver dentro de campo", acrescentou o lateral.

Para promover a estreia de Felipe Aguilar diante do Tricolor, Sampaoli mexeu na formação da equipe e usou uma que não foi treinada. Ele acionou o zagueiro colombiano no lugar de Jean Mota e montou um 3-5-2, esquema novo aos jogadores até então, mas necessário para conter Pablo e Diego Souza.

"É mais na base da conversa (que nos acertamos no campo). Com jogadores inteligentes, que podem dar conta do que ele pediu. Não tem erro (usar um esquema novo), não, é mais posicionamento, estamos acostumados com isso", afirmou Vanderlei.

O goleiro, questionado mais uma vez sobre utilizar os pés, lembrou a passagem de Dorival Júnior no clube, outro a priorizar a posse de bola. Ele minimizou a questão para enaltecer a maneira como se deu a vitória -com imposição.

"Quer dizer que o time está bem trabalhado, está muito bem em todos os setores. Não demos espaço para o São Paulo. O volume de jogo, o Volpi fez grandes defesas. Tem que saber manter, não adianta relaxar daqui para frente", emendou.

Pituca, principal destaque na vitória por 2 a 0, seguiu a linha dos companheiros e também falou em intensidade - Jardine, derrotado no clássico, disse estar impressionado com o desempenho santista. "É a mesma coisa (nos jogos e treinos). O Sampaoli é um cara ligado 'nos 220V'. Ele mostrou isso, no treino não é diferente, sempre quer que a gente fique com a bola, lute por ela. É um cara vencedor e vai ajudar o Santos".

Único a ainda manter o 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista, o Santos volta a campo na próxima quinta-feira (31), em Bragança Paulista. O confronto diante do Bragantino acontece às 19h15 (de Brasília). Com informações da Folhapress.

Anuncie Aqui